Malenotti lança projeto com músicas de Roberto e Erasmo

Escrito por em 27/08/2021

Rafael Malenotti executando “As curvas da estrada de Santos”, do Rei Roberto Carlos

Se tem um artista que é reconhecidamente fã de Roberto Carlos e Erasmo Carlos é Rafael Malenotti. O gaúcho, líder dos Acústicos & Valvulados, eterniza essa devoção aos ídolos ao lançar, a partir desta sexta-feira (27), canções dos artistas. Na estreia, o público vai conferir a interpretação de Malenotti para a emblemática É Preciso Saber Viver. 

Batizado de A Tremenda Noite do Rei, o projeto tem sete faixas, que serão lançadas ao longo dos próximos meses e durante o ano que vem nas plataformas digitais. As canções, que foram extraídas do show criado por Malenotti, que leva o mesmo nome do projeto, foram apresentadas previamente para Roberto e Erasmo, por meio das editoras que detêm os direitos autorais de cada hit. Até agora, Roberto e Erasmo, que completaram 80 anos em 2021, já autorizaram a regravação de É Preciso Saber Viver e Amigo. 

Rafael Malenotti é há mais de 30 anos o frontman da banda Acústicos & Valvulados | Foto: Loop Discos / Divulgação / CP

As demais faixas que integram o álbum (Quero que Tudo Vá pro Inferno, Pega na Mentira, Sou uma Criança, Não Entendo Nada, As Curvas da Estrada de Santos e Eu Sou Terrível) estão sob avaliação.

“Cara, quando a gente mandou as canções para avaliação deles, achei que nunca mais teria resposta.  Ter a aprovação deles é como ter uma estrela bordada no distintivo do meu time, estou muito feliz”, comemora Malenotti, que, inclusive, pediu Leticia Dutra Maraninchi, atualmente sua esposa, em casamento ao som de Roberto, em um show em 2011, em pleno Theatro São Pedro.

Momento importante

O músico destaca ainda a importância de lançar É Preciso Saber Viver neste momento, já que a canção carrega uma mensagem de esperança. “Lançar essa música é muito importante neste momento em que as pessoas estão batendo cabeça, muitas não estão sabendo viver e outras não estão nem conseguindo viver”.

Eufórico com o lançamento, o gaúcho faz questão de ressaltar a importância da dupla de ídolos não só em sua vida, mas na de quem acompanha a música nacional desde os anos 1960, independentemente da idade. 

“São, pelo menos, 20 anos tocando músicas deles. Aprendi a tocar violão e acordes mais trabalhados ouvindo suas músicas. As canções de Erasmo e Roberto são meu alicerce cultural, o mesmo de todo mundo no país que tem menos de 60 anos, que já nasceu influenciado pela obra deles. A história de Roberto e Erasmo está no nosso DNA. Até o metaleiro mais furioso, mal sabe ele que era embalado pela mãe e pela avó ao som de Lady Laura. A obra de Roberto e Erasmo sempre fez parte da minha vida”, destaca. 

Até o fim deste ano, o show deve ser apresentado em Porto Alegre, mas ainda não tem previsão de estreia.

Frontman da banda Acústicos & Valvulados manda um recado para a turma da Máxima FM


[There are no radio stations in the database]