Ponte da Integração Brasil–Paraguai atinge 45% de execução

Escrito por em 01/12/2020

Presidente do Paraguai Marito Abdo, governador do Paraná Carlos Massa Ratinho Junior e presidente do Brasil Jair Messias Bolsonaro / Foto: Secom

Presidentes Jair Messias Bolsonaro e Marito Abdo visitam obras da Ponte da Integração Brasil-Paraguai. A pedra fundamental foi lançada em 2019 e as obras já chegaram a quase metade. Trata-se de um pedido de mais de 30 anos da população local. Dentre outras melhorias, há a reforma de estradas, ampliação da pista do aeroporto de Foz do Iguaçu e construção de um mercado municipal. A usina de Itaipu Binacional, cujo diretor-geral é o general Silva e Luna, financia a duplicação de trecho da BR-469 (rodovia das Cataratas) e da Estrada dos Boiaderos, sendo essa uma parte da integração do Corredor Bioceânico, que vai permitir escoar produtos brasileiros, principalmente do agro, para o oceano Pacífico destinados a vizinhos, Ásia e costa oeste dos EUA também. A redução do tempo de envio e dos custos vai tornar o produto brasileiro mais competitivo no exterior e como consequência aumentar nossa produção interna gerando empregos no Brasil. Por outro lado, os produtos de Chile, Paraguai e Argentina também poderão ser escoados para o Brasil e o Atlântico através de portos nacionais. É um jogo de ganha-ganha. Além disso, a Ponte da Integração vai desafogar a já movimentada Ponte da Amizade. Não obstante, o lado paraguaio de Itaipu vai propiciar a construção da 3ª ponte Brasil-Paraguai ligando Porto Murtinho-MS a Carmelo Peralta-PAR, que também fará parte dessa rota bioceânica e chegará até o porto de Antofagasta, no Chile.

Fonte: assessoria Deputado Federal Eduardo Bolsonaro


[There are no radio stations in the database]