Bebidas premiadas projetam marcas paranaenses no país

Escrito por em 10/11/2020

Três bebidas fabricadas no estado e premiadas nacionalmente têm ajudado a projetar os produtos do Paraná Brasil afora. Na série de reportagens que está tratando de produtos feitos no Paraná, dentro do projeto criado pelo governo do estado para fomentar o consumo de produtos paranaenses, vamos conhecer a história da cachaça Companheira, do Café Bela Esperança e da Cervejaria Cathedral.

Quando o engenheiro químico Natanael Carli Bonicontro trabalhava na indústria petrolífera, ele já sonhava em criar seu próprio alambique. Na primeira oportunidade, adquiriu terras em Jandaia do Sul e criou a Cachaça Companheira, em 1994. Este ano, a cachaça envelhecida oito anos em barris de carvalho recebeu o título de melhor cachaça do Brasil no ranking feito pela Cúpula da Cachaça.

Cachaça Companheira – Jandaia do Sul

Raquel de Brito Bonicontro e Sara de Brito Bonicontro, filhas de Natanael, dividem atualmente com o pai a gestão do negócio da família. Com produção anual de 50 mil litros de cachaça, a empresa detém todo o processo produtivo da bebida, desde a plantação da cana, colheita, produção da cachaça e envase.

As bebidas produzidas no alambique são envelhecidas em barris de carvalho, tonéis de amburana, de castanheira, além da edição prata, que não passa por envelhecimento e é acondicionada em tanques de aço inox.

TRADIÇÃO – Em Mandaguari, uma família vem mantendo viva a tradição de produzir cafés. “Os avós dos meus avós já produziam café, ainda no século XIX. Em 1944 meu avô chegou ao Paraná para produzir café e desde então, depois de tantas geadas, continuamos mantendo viva esta tradição”, conta Fernando Lopes, diretor do Café Bela Esperança.

Café Bela Esperança – Mandaguari

Em 2004, os netos do seu João Lopes resolveram mudar o plano de negócios da empresa da família e passaram, além de plantar café, a comprar a produção de pequenos produtores de toda região. Hoje, são os maiores compradores de café das redondezas.

Em 2018, dois cafés feitos pela empresa foram classificados entre os 10 melhores do Brasil e anualmente a marca figura entre as cinco melhores da premiação Café Qualidade Paraná, promovida pela Câmara Setorial do Café do Paraná.

A empresa produz 20 toneladas de café por mês e colhe entre três e quatro mil sacas de café anualmente. Agora, a empresa está se especializando para começar a exportar o seu produto.

CERVEJA – Daniel Chaves Garcia da Silveira ainda era estudante do curso de Engenharia Química da Universidade Estadual de Maringá quando decidiu produzir cerveja. “Tínhamos que montar um plano de negócios de um tipo de indústria de transformação como projeto de conclusão de curso. Então eu e mais um amigo resolvemos montar o plano de criar uma cervejaria”, conta.

Cervejaria Cathedral – Maringá

Mesmo antes da formatura, os amigos conseguiram captar recursos suficientes e fundaram a Cervejaria Cathedral, em 2014.

Entre erros e acertos, além de ajustes no plano de negócios, hoje a empresa mantém uma fábrica-bar em Maringá, além de outros bares na cidade.

Fonte: Agência de Notícias do Paraná


[There are no radio stations in the database]